Número de adolescentes aptos para votar é o menor já registrado - Jornal de Colombo

Número de adolescentes aptos para votar é o menor já registrado

Número de adolescentes aptos para votar é o menor já registrado
Jovens que completarem 16 anos até a data da próxima eleição já podem votar.(Foto: Reprodução/DDR)

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), neste ano de eleição presidencial, cerca de 10 milhões de jovens entre 16 a 17 anos que poderiam votar, não regularizaram o título de eleitor.

O Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) iniciou nesta semana uma campanha de incentivo a estes jovens para retirarem seu título até a data do pleito, 2 de outubro. A Semana do Jovem Eleitor de 2022 trás uma série de conteúdos informativos nos canais do órgão e através de influenciadores digitais, organizações da sociedade civil e instituições públicas e privadas.

Se por um lado 10 milhões de jovens não estão aptos a votar este ano, em contrapartida, o TSE divulgou que o número de eleitores com 16 e 17 anos é o menor da história do Brasil. No total, apenas 730.693 jovens haviam retirado o documento até janeiro.

Em nota, o TSE informou que há variações nos números contados mensalmente por conta de cancelamentos, transferências, revisão eleitoral e/ou processos para novos títulos. O número final de eleitores para outubro só estará disponível após o encerramento do cadastro.

O cadastro eleitoral se encerra no dia 4 de maio. O requerimento pode ser feito online no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pelo sistema Título Net. É necessário enviar ou digitalizar documentos como identidade e comprovante de endereço, além de informar um telefone para contato caso o cadastro esteja incompleto.

De acordo com o artigo 14 da Constituição Federal, o voto é facultativo para jovens de 16 e 17 anos, mas passa a ser obrigatório a partir dos 18 anos. Porém, muita gente não sabe que jovens de 15 anos que completarão 16 anos até o dia 2 de outubro de 2022, também podem votar.

Votar é um ato de cidadania. E estimular o exercício da cidadania é uma das missões da Justiça Eleitoral. Por isso, o primeiro voto é o momento no qual jovens eleitores podem ajudar a definir os rumos da democracia do País.

Posts