É celebrado em setembro o Mês da Bicicleta no Paraná, que tem o intuito de incentivar e destacar o uso da bike como meio de transporte. A Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba), responsável pelo Transporte Público Metropolitano, lançou uma campanha buscando incentivar o uso da bicicleta de forma integrada ao Transporte Coletivo.

A campanha está disponível nas redes sociais da autarquia e em pontos de mobiliários urbanos digitais espalhados pela cidade. “Na Região Metropolitana, muitas vezes trabalhamos com grandes distâncias, o que pode inviabilizar o uso da bicicleta. Mas queremos mostrar que a bicicleta pode ser um modal complementar ao sistema de transporte coletivo, possibilitando uma conexão da casa dos usuários, por exemplo, até o terminal”, afirmou o presidente da Comec, Gilson Santos.

Como exemplo de sua afirmação, Santos destacou o Terminal de Campo Largo, considerado uma referência no tema. “Os campo-larguenses perceberam as vantagens de se complementar o trajeto com a bicicleta e a utilização é tanta que já estamos estudando ampliar o bicicletário existente no terminal”, disse o dirigente.

Embora o uso da bicicleta como meio de transporte tem tido crescimento, especialmente entre os mais jovens, ainda há empecilhos para um aumento ainda maior, como a falta de infraestrutura para o modal. “Entregamos recentemente as obras na Av. das Américas, em São José dos Pinhais, adicionando 2 quilômetros de ciclovias à malha do município; lançamos o edital do projeto de pavimentação da rodovia de ligação entre Mandirituba e São José dos Pinhais, que deverá contemplar ciclovias em todos os 27 quilômetros da sua extensão; estamos trabalhando na elaboração de projetos para ampliação e implementação de bicicletários em terminais; e na implementação de uma nova ciclovia ligando o centro de Piraquara ao Terminal de Pinhais. Todos projetos que buscam incentivar o uso da bicicleta e torná-la mais segura para os cidadãos”, detalhou Gilson Santos.