A cidade de Curitiba vai contar com wi-fi de acesso público gratuito em 254 locais, como terminais, Ruas da Cidadania, Mercado Municipal, Faróis do Saber e da Inovação, Liceus do Ofício, Centro Histórico, estabelecimentos de saúde e a área de atendimento do Palácio Solar 29 de Março, sede da Prefeitura, no Centro Cívico.

O anúncio foi feito pelo prefeito Rafael Greca ao lado da primeira-dama Margarita Sansone, na última quinta-feira, 7, no Salão Brasil, no Palácio 29 de Março, durante a cerimônia de assinatura do protocolo de intenções entre a Prefeitura de Curitiba e o Instituto das Cidades Inteligentes (ICI). A expectativa é que a estrutura esteja concluída em 180 dias.

O Wi-fi Curitiba integra o Vale do Pinhão, movimento de inovação comandado pela Prefeitura em busca de soluções para diversas áreas. “Vamos inaugurar o futuro, assim como fizemos esta semana com a Muralha Digital. Vem aí a inclusão digital para garantirmos facilidade de acesso aos aplicativos da Prefeitura. A cidade há de ser um espaço de oportunidade e igualdade para todos”, disse Rafael Greca.

A implantação de toda a estrutura será feita pelo Instituto das Cidades Inteligentes (ICI), sem custos para a Prefeitura de Curitiba. Desde 2019, o Instituto tem um contrato de gestão com a Prefeitura.

A implantação do wi-fi público foi o projeto escolhido pela Comissão de Avaliação do Contrato de Gestão, da qual participam diversas secretarias e órgãos municipais. Este comitê elegeu o Wi-fi Curitiba como projeto de responsabilidade social relativo ao contrato.

Para ter acesso ao Wi-fi Curitiba, o cidadão deverá ser autenticado pelo Passaporte Curitiba, que gerencia todas as redes sem fio de internet pública gratuita, de acordo com o marco regulatório da internet. O usuário utilizará o mesmo login e senha onde quer que esteja, sem burocracia. Para se cadastrar, basta acessar o portal (https://passaporte.ici.curitiba.org.br/ ).

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.