O governador Ratinho Junior participou nesta quinta-feira, 26, da entrega da nova Delegacia Cidadã da Polícia Civil em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba. Esta é a quinta unidade do tipo instalada no Estado e teve um investimento de R$ 4.593.147,37, com recursos provenientes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Na opinião do governador, o início das operações da Delegacia Cidadã beneficiará também os municípios vizinhos a Tamandaré. “Um prédio moderno, estruturado, que vai conseguir atender melhor a população, não só de Almirante Tamandaré, mas também de Campo Magro, Rio Branco do Sul, Itaperuçu e Colombo. Não tenho a menor dúvida de que a segurança de toda essa região será fortemente impactada, com a solução de crimes e a redução dos índices de criminalidade”, afirmou Ratinho.

O complexo está localizado na Rua Domingos Scucato, no bairro Jardim Monte Santo, ao lado do Parque Anibal Khury. “A estrutura antiga era precária, considerada pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) como uma das piores do País. Agora, tenho certeza de que com a Delegacia Cidadã Almirante Tamandaré vai passar a ser referência nacional”, disse o governador.

A antiga delegacia do município funcionava em um prédio que foi entregue para a Polícia Civil na década de 1980, contava com três cartórios, sala do delegado, um pequeno espaço de atendimento para apenas cinco pessoas sentadas e uma carceragem que foi interditada por decisão do Judiciário. O mobiliário também é antigo e salas não contavam com ar-condicionado.

O novo espaço é do tipo Padrão II, com dois pavimentos e uma área de 1.319 metros quadrados, projetada para reunir diversas especialidades da Polícia Civil em um único local, centralizando os serviços à população. “O projeto foi pensado para melhorar a qualidade do atendimento à população, direcionado para que as pessoas possam se sentir à vontade, em local reservado. É um ganho expressivo”, afirmou Silvio Jacob Rockembach, delegado-geral da Polícia Civil do Paraná. “E, por outro lado, valoriza também o policial civil, que passa a ter condições adequadas de trabalho”, completou.

O prefeito de Almirante Tamandaré, Gerson Colodel, destacou os investimentos feitos pelo Governo do Estado no município. “Se somar todos os projetos, os recursos destinados para o município chegam a quase de R$ 170 milhões”, afirmou.

Outras unidades

Além de Almirante Tamandaré, contam com unidades da Delegacia Cidadã as cidades de Matinhos, Pinhais, Fazenda Rio Grande e Paranaguá. Estão em construção Colombo, São José dos Pinhais e Araucária, além da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Curitiba, que vai para o bairro Tarumã como parte de um novo complexo de segurança pública na Capital, ao lado do Instituto Médico Legal (IML) e do Instituto de Criminalística, que já teve projeto contratado.

Foram licitadas neste ano ainda as Delegacias Cidadãs de Londrina e Cascavel. As próximas devem ser a unidade de Guaíra e também de Maringá. Existem quatro tipos: padrão I-A, com 350 metros quadrados; I-B, com apenas um pavimento, de 700 metros quadrados; II, com dois pavimentos; e III, com três pavimentos.

Rua das Laranjeiras

Também nesta quinta-feira, o governador participou da entrega da modernização da Rua das Laranjeiras, via que liga Almirante Tamandaré e Curitiba. A área pavimentada vai da Avenida Wadislau Bulgaski até a Rua Ferreira do Nascimento, totalizando 2,18 quilômetros de extensão. “Almirante Tamandaré, ao longo dos últimos 30 anos, cresceu muito. Muitas pessoas vindas do Interior vieram morar no Norte da Região Metropolitana de Curitiba. E a infraestrutura não acompanhou o volume de pessoas que vieram para cá. Nossa responsabilidade é recuperar o tempo perdido”, disse o governador.

Para o prefeito Colodel, a pavimentação vai agilizar a logística industrial no local, criando um novo acesso ao Contorno Norte pela Rua das Amoreiras. “Essa é uma obra muito importante e uma reivindicação antiga da comunidade. A pavimentação traz segurança, fluxo e desenvolvimento regional, gerando emprego e renda para nossa população”, afirmou.