Governo Estadual entrega cadeia pública de Londrina com 752 vagas no sistema prisional - Jornal de Colombo

Governo Estadual entrega cadeia pública de Londrina com 752 vagas no sistema prisional

Governo Estadual entrega cadeia pública de Londrina com 752 vagas no sistema prisional
Além de Londrina, Ponta Grossa, Guaíra e Foz do Iguaçu também foram contempladas com projetos de cadeia pública.(Foto: Gilson Abreu/AEN)

Com 752 novas vagas para o sistema prisional do Norte do Paraná, a Cadeia Pública de Londrina foi entregue pela secretaria estadual da Segurança Pública ao Departamento de Polícia Penal (Deppen) nesta semana. A nova unidade vai ajudar a desafogar parte do sistema prisional da cidade e da região, além de fortalecer a gestão do Deppen.

A nova cadeia pública faz parte de um planejamento da Secretaria da Segurança Pública para combater a superlotação de unidades penais. O investimento foi de aproximadamente R$ 18 milhões, oriundos dos governos estadual e federal.

Além de Londrina, Ponta Grossa, Guaíra e Foz do Iguaçu também foram contempladas com projetos de cadeia pública, seguindo um novo conceito de estrutura. Cada uma delas terá 752 vagas e vai absorver presos de suas respectivas regiões. Algumas devem ser entregues ainda este ano.

Na solenidade, o secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, explicou que a entrega desta unidade é importante para os mais de 70 municípios da região. “Afinal, são presos de diversas carceragens de delegacias, de dezenas de cidades, encaminhados direto para esta nova unidade penal e, a partir disso, conseguimos criar um novo fluxo de trabalho e uma nova sinergia para continuarmos desafogando o sistema prisional”, afirmou Marinho.

A Cadeia Pública de Londrina é dividida em três blocos, segmentados em galerias de celas, abrigando oito camas por cela. Além das alas para o alojamento dos presos, o local também possui espaços para aulas, pátio de visitas, pátio de sol, ambientes para trabalho e também recintos especiais para o tratamento penal, que compreendem atendimento psiquiátrico, psicológico e de enfermagem, parlatório, assistência jurídica e social.

Posts