Nesta sexta-feira, 12, o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) realizou na Rodovia da Uva, em Colombo, a maior apreensão de drogas do ano na Região Metropolitana de Curitiba. Um caminhão que trafegava sentido o Centro de Colombo foi abordado e dentro dele foram encontrados 985kg de maconha.

O Comandante do BPRv, tenente-coronel Wellenton Joserli Selmer, destacou que a abordagem e a consequente apreensão fazem parte da Operação Vida, que ampliou o policiamento em várias regiões do Paraná. “Dificilmente uma quantidade tão significativa de maconha é encontrada na Região de Curitiba. As maiores apreensões de drogas são mais comuns na região Oeste do estado. Por isso, a ação de hoje é fruto do direcionamento de policiamento que o batalhão faz com a Operação Vida. Estamos com reforço em todo o estado, principalmente nas rodovias estaduais da região da Capital, não só com fiscalização de trânsito, mas também atuamos na apreensão de drogas e armas para combater os crimes transversais, aqueles homicídios ligados ao tráfico de drogas e, com isso, baixar o número de mortes violentas”, explicou.


O veículo abordado tinha placas de Santa Catarina e o motorista afirmou ser morador da cidade de Ponta Grossa, nos Campos Gerais. “O condutor parou o veículo e começamos a fiscalização, mas ele demonstrava bastante nervosismo, então fizemos uma busca mais apurada. Assim, encontramos a droga dentro do compartimento da cabine e a outra parte em cima da caçamba, enrolado numa lona. Ao todo, havia 54 volumes”, disse o oficial da Seção de Planejamento do BPRv, capitão Eduardo Augusto Andriola, que explicou que o motorista afirmou ter pego a droga em Curitiba e que levaria o ilícito para outra pessoa às margens da Rodovia da Uva. “Segundo o homem, ele receberia R$ 5 mil para fazer o transporte”, acrescentou.

A droga e o homem foram encaminhados à Delegacia de Polícia do Alto Maracanã para dar continuidade aos procedimentos. A Polícia Civil vai abrir investigação para descobrir quem forneceu a droga e se há mais pessoas envolvidas no tráfico.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.