#6 Valor com Propósito (25/02) - Jornal de Colombo

#6 Valor com Propósito (25/02)

#6 Valor com Propósito (25/02)

Raphaela Ginefra é formada em Relações Públicas, empreendedora social e sócia co-fundadora da consultoria de impacto social Valor com Propósito

Saiba como ajudar Petrópolis

Até o momento, a Defesa Civil registrou mais de 200 mortes na tragédia em Petrópolis. Durante 6 horas no último dia 15, choveu o volume esperado para todo o mês, ocasionando a maior catástrofe na cidade. Com isso, o trabalho dos Bombeiros continua, iniciou-se nesta quarta-feira (23) o nono dia de buscas pelas 69 vítimas que ainda estão desaparecidas.

A cidade ficou coberta de lama, houve deslizamentos de morros e barreiras, casas foram destruídas e soterradas, automóveis foram danificados, pedras que chegavam ao tamanho de carros rolaram pela cidade causando destruição e várias famílias perderam seus lares. Muitos outros tiveram que deixar suas casas porque viviam em áreas perigosas. O estado é de calamidade e urgência total.

As buscas não param e moradores continuam desesperados auxiliando os bombeiros e defesa civil na busca por seus entes queridos. Por isso, o estado do Paraná mobilizou- se para auxiliar nas buscas e apoio à cidade tão devastada pelas chuvas. A primeira equipe do Corpo de Bombeiros do Paraná partiu na manhã de sábado da sede do Grupo de Socorro Tático, próximo ao Cajuru, em Curitiba. No final da tarde, outro grupo seguiu no avião do governo estadual.

O apoio foi definido pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior na última sexta-feira (18). O estado do Paraná enviou 10 bombeiros e quatro cães farejadores para a missão. A previsão original era que a equipe paranaense ficaria sete dias em Petrópolis, período em que o Corpo de Bombeiros do Paraná acompanharia os trabalhos para verificar a necessidade de ampliação do apoio e substituição de integrantes.

Além do apoio nas buscas por sobreviventes, a cidade e moradores, mesmo uma semana após o temporal, ainda tentam recomeçar e organizar suas vidas, existem vários pontos de apoio para os quase 900 moradores que estão desabrigados e a necessidade por alimentos, roupas, água potável, remédios, colchonetes, itens de higiene pessoal é muito grande. E nós também podemos ajudar e fazer a nossa parte. Veja como é possível:

As doações online podem ser feitas por transferência bancária ou transferindo dinheiro para uma instituição oficial via Pix. Não existe valor mínimo, todo o valor é muito bem-vindo e fará diferença na vida das pessoas atingidas com a tragédia. Os recursos arrecadados serão utilizados para ajudar as famílias impactadas pela calamidade. Verifique o número da chave antes de confirmar a transação para não cometer erros.

SOS Petrópolis, do Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Petrópolis, aceita transferência bancária para: Banco do Brasil; Ag: 2885-1; CC: 127599-2; CNPJ: 27.219.757/0001-27;

Viva Rio e a Academia Pérolas Negras aceitam Pix para a chave CNPJ: 30.836.216/0001-52 e também depósito para: Banco do Brasil; Ag:3519-X; CC: 25523-8; CNPJ: 30.836.216/0001-52;

Instituto Corrente do Bem recebe doações via Pix CNPJ 36.719.388/0001-22 ou transferência para: Caixa Econômica federal; Ag: 1651; CC: 22509-3; e

SOS Serra recebe por meio da chave Pix (24) 99303-8885 ou por transferência bancária para: Banco Itaú; Ag: 6141; CC: 99839-0; CNPJ: 43.307.192/0001-96;

https://atados.com.br/ajudepetropolis

https://voaa.me/urgente-petropolis

Agradecemos a todos que estão colaborando com essa campanha, seja com doações ou compartilhando, a necessidade é urgente!! Petrópolis precisa de VOCÊ e precisam de toda ajuda possível nesse momento. #OPODERDATRANSFORMAÇÃO está em nossas mãos!

Posts