Servidores do Instituto Federal do Paraná (IFPR) Campus Colombo, elaboraram um projeto intitulado de Observatório Covid-19, com o objetivo de apresentar indicadores científicos no intuito de contribuir para a análise das condições existentes para um retorno seguro das aulas presenciais em Colombo. De acordo com texto divulgado no site do IFPR, a metodologia do Observatório foi desenvolvida a partir de estudos da Fiocruz, e conta com dados disponibilizados pelo Ministério da Saúde, Secretaria de Estado da Saúde do Paraná e Brasil.io. Semanalmente, serão colhidos, analisados e apresentados publicamente dados como, por exemplo, aqueles referentes ao número de novas infecções e resultados de testes positivos para Covid-19 no município de Colombo. O projeto também disponibiliza um questionário,direcionado às instituições de ensino, para verificar a capacidade que cada escola tem em adotar medidas de prevenção e redução de riscos de contágio. O Jornal de Colombo conversou com o Observatório, formado pelos servidores Alysson Ramos Artuso (docente), Antonio Daudt (bibliotecário) e Bruno Eduardo Procopiuk Walter (psicólogo escolar). Atualmente, o estudo considera que há um risco elevado de transmissão da doença nas escolas, levando em conta o número de novos casos confirmados dos últimos sete dias e a proporção de testes positivos para Covid-19 em relação ao número de testes realizados, mesmo com o início da imunização dos profissionais da rede de ensino. De acordo com o Observatório, os indicadores apresentados são uma fotografia dos dados coletados semanalmente junto aos órgãos responsáveis, levando em consideração a vacinação de toda a população, não somente dos profissionais do ensino. Além disso, entende-se que apesar da vacinação reduzir significativamente o risco de transmissão, a comunidade escolar não está limitada aos profissionais da educação e que é preciso que a imunização dos profissionais de ensino seja concluída com a segunda dose, alcançando máxima eficácia, e que também possam ser vacinados alunos e familiares. O Observatório também ressalta que é importante intensificar medidas de prevenção como campanhas de conscientização, uso de máscaras, distanciamento social, testagem em massa, entre outras. A testagem em massa, citada anteriormente, poderia contribuir para um melhor controle da doença. De acordo com os dados obtidos pelo Observatório, na última semana foram testados com RT-PCR, no município de Colombo, apenas 8% dos casos de Síndrome Gripal. Segundo a Fiocruz, esse índice deve ser de, pelo menos, 80%. Por fim, o Observatório explica que uma das propostas deste projeto é observar e fornecer dados que auxiliem na tomada de decisão, não somente das autoridades locais, mas de toda a população de Colombo. “Ao disponibilizar os indicadores, esperamos que as pessoas possam exercer a cidadania e realizem ações mais conscientes, inclusive dialogando com as autoridades locais na construção de soluções para este grande desafio”, afirmaram os pesquisadores em nota.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.