Aos poucos, o cenário de um imóvel combalido e abandonado está ganhando uma cara diferente no coração da cidade de Colombo. Enfim, o imbróglio da Santa Casa de Misericórdia de Colombo teve uma conclusão na Justiça e a construção de uma nova era na saúde colombense vai ganhando forma. No local, que foi por anos o centro do debate político no município, em breve será estabelecido o Hospital São Rafael Arcanjo. O novo empreendimento será liderado pelo grupo denominado G5 Health, responsável pela aquisição do prédio da antiga Santa Casa.

No dia 30 de março, a reportagem do Jornal de Colombo foi recebida por uma equipe do grupo gestor, incluindo um dos compradores, o médico José Fernando Denardi, especialista em radiologia. Ele não quis gravar entrevista, mas respondeu de forma clara e sem rodeios a todas as perguntas que lhe foram feitas. Em primeiro lugar, o médico explicou que um anúncio feito por uma empresa terceira, que não tem ligação com o novo hospital, de que o local seria aberto ainda na primeira quinzena de abril foi apenas um ruído de comunicação.

No momento, o prédio está passando por adequações estruturais, e em seguida, após a reforma concluída, serão realizados os trâmites legais para a adequação documental necessária. Ainda não há uma data definida para a abertura do novo empreendimento.  Segundo ele, ainda há inúmeras adequações estruturais que são necessárias para conseguir as documentações exigidas. Afinal, o imóvel ficou por bastante tempo parado e após a reforma concluída, é preciso ir atrás de toda a questão de liberações por parte do poder público para o pleno funcionamento do empreendimento. Ainda assim, o médico e sua equipe se mostraram confiantes em obter êxito o mais breve possível, embora tenham feito questão de não estipular uma data.

A equipe do futuro hospital também falou sobre o processo de compra do imóvel. Segundo Denardi, o grupo que forma o G5 Health passou a conhecer a situação da antiga Santa Casa através de colegas da área médica. Aos poucos, a ideia foi sendo trabalhada internamente. Uma proposta de compra por parte do grupo chegou a ser recusada inicialmente, até o lance efetivo no final do ano. Questionado se houve alguma indicação ou iniciativa de políticos da cidade no processo para a aquisição do imóvel, Denardi afirmou que não houve interferência, e que o G5 Health foi o único responsável por todas as decisões, desde o momento em que surgiu a oportunidade e que as autoridades municipal e estadual agora estão apoiando no sentido de auxiliar no caminho de reabertura.

Leilão e estrutura

Foram 9.243 dias até que houvesse uma solução para a Santa Casa de Misericórdia de Colombo. O imóvel, juntamente com todas as benfeitorias e equipamentos, foi arrematado por R$ 9.139.598,00. Boa parte deste valor está sendo direcionada pela Justiça para o pagamento de antigos credores e dívidas trabalhistas.

Em relação aos equipamentos presentes no local, Denardi contou que muita coisa, infelizmente, não poderá ser aproveitada. Entre o último fechamento da Santa Casa, em 2017, até a chegada do novo grupo, muito material acabou perdendo utilidade. O grupo também detalhou que, dentro da adequação do espaço, novos equipamentos já começam a ser adquiridos, como um tomógrafo, no valor estimado de R$ 1 milhão.

As benfeitorias que estão sendo realizadas no local estão sendo direcionadas para que o Hospital São Rafael Arcanjo já inicie com a capacidade de contribuir no atual combate à pandemia do novo coronavírus. Para este primeiro momento estão previstos cerca de 60 leitos de enfermaria e 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Recepção da comunidade

Na conversa com o grupo, um dos pontos mais destacados foi a questão da boa receptividade dos colombenses, que têm oferecido ajuda e apoio ao novo hospital, incluindo mão de obra para atividades extremamente simbólicas, como a pintura da capela que há no local. A equipe do São Rafael Arcanjo também afirmou que o hospital está aberto a doações de empresários locais que queiram contribuir de alguma forma, em especial em relação a equipamentos ou benfeitorias estruturais. Para entrar em contato, o HSRA disponibilizou um canal de comunicação pelo número de WhatsApp 47 99663-6120.

Equipe

O futuro Hospital São Rafael Arcanjo também já está procurando profissionais para fazer parte da equipe. O grupo deixou claro que, no momento, está fazendo a coleta de currículos, mas que esse processo está sendo realizado exclusivamente pelo e-mail [email protected]. É importante salientar que não está havendo qualquer atendimento no local.

3 comentários sobre “Futuro Hospital São Rafael Arcanjo passa por adequações

  1. Que notícia maravilhosa, tanto tempo o povo Colombense vem pedindo para reabrir o hospital da cidade. Parabéns G5 pela aquisição de quem olha para o povo já que nossa prefeita acha que só asfalto é a prioridade de uma cidade!
    Que Deus abençoe e que seja para Colombo referência e o melhor sempre!

  2. E a situação dos antigos funcionários da Sta.Casa como vai ficar? Uma vergonha não tocarem no assunto, não seria muito mais fácil chamar os funcionários para reassumirtem as funções do que contratar outros? Está muito estranho tudo isso!

    • O pagamento dos credores e das dívidas trabalhistas fica a cargo da Justiça, com os valores arrecadados no leilão. Não foi falado sobre este tema, pois não há relação com o novo hospital, pois não são os novos gestores que ficam responsáveis pelas dívidas de uma instituição antiga. Espero ter esclarecido a questão. Qualquer dúvida, estou à disposição.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.