A Defesa Civil de Colombo é responsável pela atuação em acidentes ou desastres, sejam eles de causas naturais ou tecnológicas. Com o incremento de novos equipamentos e um olhar voltado à prevenção, o órgão tem promovido a ampliação de sua atuação junto às comunidades colombenses. Desde o início de 2021, o coordenador Beto Moreira está à frente da Defesa Civil Municipal, que é vinculada à Secretaria Municipal de Assistência Social. “A Defesa Civil atuava muito no momento de resposta a ocorrências, e atualmente estamos atuando também na prevenção, buscando prever situações de risco para que tragédias não venham a acontecer. Nos últimos meses já recebemos uma viatura e materiais para atender qualquer tipo de ocorrência, estamos preparados para atuar rapidamente”, afirmou Beto. 

Segundo o coordenador, uma das principais formas de prevenção é a orientação da população, em especial em relação às enchentes. “Nós estamos orientando as comunidades de como proceder para prevenir situações de risco, buscando uma reeducação ambiental. Nós notamos que muitos alagamentos e enchentes têm ocorrido devido a muito acúmulo de lixo”, avalia. 

Outro ponto trabalhado neste ano foi a adesão da Defesa Civil local a um consórcio metropolitano. “A Defesa Civil de Curitiba está criando um consórcio, com as 29 cidades da Região Metropolitana. O prefeito Helder Lazarotto já autorizou e já estamos incorporados a este consórcio, que ainda não está formalizado, está em processo de adesão.”, conta Beto. “O consórcio serve para que os municípios ajudem uns aos outros em ações de apoio e para facilitar compras de equipamentos, gerando um barateamento dos insumos. Essa união facilita muito a vida do prefeito quando ele sabe que em uma situação de desastre, ele terá a cooperação dos municípios vizinhos. Para isso, basta que os municípios estejam organizados. E o consórcio vem a contribuir com isso”, explica.

Recentemente, a Defesa Civil esteve colaborando com os atingidos pela forte chuva de granizo ocorrida no início da semana. “Na segunda-feira, 16, foi bastante trabalhoso. Foi uma chuva que se iniciou já no domingo de madrugada, tivemos algumas ocorrências, principalmente em relação a destelhamento”, disse.

Serviço

O cidadão colombense pode ter acesso aos serviços da Defesa Civil através do telefone de plantão 41 98845-8121, que é um serviço 24 horas, e na Regional do Maracanã, na Rua Roberto Lambach Falavinha, 150, no segundo andar. A Defesa Civil deve ser chamada sempre que puder evitar ou minimizar as possibilidades ou consequências de acidentes ou desastres, como alagamentos; inundações; desabamentos; quedas de árvores; incêndios e explosões; deslizamentos; destelhamentos; colisões, tombamento ou queda de veículos de transporte; rupturas ou colapso de vias públicas; ruptura ou vazamento em dutos, galerias ou reservatórios; sinais de risco em geral, como trincas, deformações, fumaça, odores ou ruídos incomuns.