Na última quinta-feira, 19, foi realizada uma sessão extraordinária da Câmara Municipal de Colombo, para a votação em segundo turno de dois projetos de Lei propostos pelo Executivo Municipal.

O primeiro deles foi o PLE nº 42/2021, que autoriza o Poder Executivo a ceder o uso de imóvel público em favor do Estado do Paraná para a construção da sede do Conselho Tutelar em Colombo. O terreno em questão possui 1.632 metros quadrados e fica localizado no bairro Maracanã. A cessão de uso será válida por quatro anos a partir da assinatura do Termo de Cessão, e prorrogáveis por acordo entre as partes. O projeto foi aprovado por unanimidade e segue para sanção do prefeito.

O líder do governo municipal na Câmara, vereador Ratinho de Colombo (PSD), falou sobre a importância da aprovação do projeto. “É uma demanda antiga. Todos sabem o quão importante é esse projeto. Temos que ter um local adequado e confortável para que os trabalhos sejam realizados com mais segurança e tranquilidade”, afirmou.

O vereador Anderson Prego (PT) também defendeu a iniciativa e pontuou os benefícios de um espaço adequado para a instituição. “[O Conselho Tutelar] é de suma importância para garantirmos o atendimento adequado às famílias e, principalmente, as crianças e os adolescentes que já vêm na sede com seus direitos violados”, disse.

O vereador Joel Bueno (REDE) foi outro parlamentar a elogiar o projeto. “Quero reiterar a fala dos demais vereadores. A construção da nova sede do Conselho Tutelar irá ajudar na descrição dos assuntos tratados pelo órgão, pois envolvem assuntos delicados. É um trabalho essencial”, completou.

Outro projeto votado na ocasião, e também aprovado por unanimidade, foi o PLE nº 039/2021, que cede parte de bem público para a Secretaria de Estado da Segurança Pública do Paraná (SESP-PR). Na prática, será cedido um terreno nas proximidades da futura Delegacia Cidadã de Colombo, para o depósito de veículos apreendidos. A iniciativa também será formalizada através de Termo de Cessão, porém, por tempo indeterminado.