A Secretaria de Assistência Social promoveu na tarde da última segunda-feira, 12, a primeira oficina de qualificação profissional direcionada às acolhidas da Casa da Mulher Colombense. Neste primeiro momento, foram disponibilizados cursos de manicure e pintura em pano de prato, ministrados pelas instrutoras Linda Bronisk e Leocádia Bosing Pereira. 

Segundo a secretária responsável pela pasta, Elis Lazarotto, novas modalidades de cursos e oficinas serão agregadas. A ação tem o objetivo de fortalecer o desenvolvimento pessoal e profissional das assistidas. “Como gestores, temos o compromisso de desenvolver projetos que proporcionem mais qualidade de vida e garantam mais dignidade à nossa população. A Casa da Mulher, além de ser referência pelo importante trabalho de acolhimento, também será apoio e transformação na vida das mulheres de nossa cidade”, afirmou. 

As oficinas serão realizadas todas as segundas e quintas-feiras, das 14h às 16h. Todas as aulas seguem os protocolos de higiene e segurança sanitária. 

Denúncia e acolhimento 

A violência contra a mulher é um problema social bastante difundido e uma das principais armas de combate é a denúncia. Segundo a coordenadora de Políticas de Atenção às Mulheres de Colombo, Alessandra Babetto, cerca de 32% das mulheres em situação de violência doméstica não denunciam porque dependem financeiramente do agressor. “Levantamentos sobre o assunto mostram ainda que um dos fatores de risco à mulher em situação de violência é a conduta do agressor de impedi-la de trabalhar ou estudar. Portanto, nosso objetivo em Colombo é ativar o empreendedorismo nas nossas acolhidas para dar a elas independência financeira, e devolvê-las à sociedade empoderadas”, destacou. 

Para denúncias, a Secretaria de Assistência Social disponibiliza um canal 24 horas de atendimento através do número 41 98827-4038. Este é um serviço gratuito que funciona todos os dias da semana, inclusive aos domingos e feriados, e é totalmente confidencial. 

Já em relação ao acolhimento, foi inaugurado em março o novo espaço da Casa da Mulher Colombense, preparado para ser um ambiente confortável, seguro e acolhedor, destinado às mulheres que sofrem algum tipo de violência e não possuem abrigo. No local, há apoio psicológico e assistencial. 

Com informações da Assessoria PMC