Com a presença do prefeito Helder Lazarotto e do vice-prefeito Alcione Giaretton, a Secretaria Municipal de Assistência Social promoveu nesta segunda-feira, 13, a retomada das atividades presenciais os Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), que vinham sendo realizados em formato remoto há mais de um ano e meio.

Também presente neste reinício de trabalho, a secretária da pasta, Elis Lazarotto, destacou o plano de contingência elaborado com o apoio da Saúde para a manutenção dos protocolos de prevenção à Covid-19. “Elaboramos um plano com ações para minimizar os impactos sofridos nos serviços coletivos devido a pandemia da Covid-19 e um protocolo para a volta presencial de forma segura, tanto para os nossos gestores e demais profissionais que atuam nos equipamentos, como para os usuários”, destacou.

Entre os protocolos sanitários, está a quantidade limitada de pessoas por oficinas, que serão realizadas no período da manhã e da tarde. Os grupos serão de até 20 crianças, adolescentes e idosos.

A dirigente também reforça que o retorno aos atendimentos presenciais é opcional, e que o acolhimento virtual permanece. “Durante todo o período, nossa equipe orientou e deu apoio necessário aos usuários, preservando também os programas, serviços, projetos e benefícios socioassistenciais. É importante salientar também que estes trabalhos de forma virtual continuam normalmente e que o retorno presencial é opcional”, explicou.

SCFV

Segundo a Prefeitura, o SCFV é um conjunto de serviços realizados em grupos, de acordo com o seu ciclo de vida, e que busca complementar o trabalho social com famílias e prevenir a ocorrência de situações de risco social.

Além disso, fortalece as relações familiares e comunitárias e promove a integração e a troca de experiências entre os participantes, valorizando o sentido de vida coletiva. É realizado por meio do Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias (PAIF) e do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado às Famílias e Indivíduos (PAEFI).