O colombense Ademir Goulart ganhou destaque nacional neste mês de julho ao ser premiado como vendedor faixa-preta no segmento de imóveis e automóveis do Consórcio Nacional Servopa. Morador de Colombo há quase 50 anos e nascido na cidade de Ubiratã, no Oeste do Estado, Ademir está a serviço da Servopa há 37 anos e conhece como poucos o caminho das vendas e do bom atendimento ao cliente. Graças a sua dedicação, conseguiu um reconhecimento para poucos. “Este é um prêmio semestral. Eles avaliam o número de vendas, atendimento ao consorciado, que é o cadastro, e a inadimplência. Entre todas as prestadoras e vendedores da Servopa do Brasil inteiro fiquei entre os três classificados como faixa-preta. Fui o único vendedor individual faixa-preta da Servopa a nível nacional”, explica.  

De acordo com o próprio Ademir, além de muito esforço, é a forma como ele acolhe o cliente que permitiu tamanho destaque e a construção de uma história iniciada nos anos 80. “Meu diferencial é que se eu vender um consórcio para você, pode ter certeza que você não será abandonado nunca. Eu dou assistência sempre. Tenho um cuidado muito grande no pós-vendas. Não sou um vendedor que só vende e esquece do cliente e, por isso, me destaquei tanto nesse setor”, avalia. 

O vendedor da Servopa, que se destacou nas categorias de imóveis e veículos, opina que o reconhecimento que recebeu pode servir de exemplo a outras pessoas. “Todos podem chegar a ser faixa-preta em ambas as categorias como eu fui. Desejo que todos sigam firmes em suas trajetórias, pois todos têm condições de alcançar esses resultados”, disse. 

Agradecimentos 

Ademir Goulart é um homem de boa memória, que lembra o nome de uma parcela grande de pessoas que passaram por sua vida. A memória, inclusive, o ajuda a demonstrar a gratidão que sente. “Em primeiro lugar, tenho que agradecer a Deus e a Nossa Senhora Aparecida. Também agradeço a minha esposa, que faz parte da minha história, é meu braço direito e me ajuda muito. Estou casado há 23 anos com a Shirlei. Não posso esquecer de agradecer meus filhos, meus clientes, a toda a diretoria e funcionários da Servopa e todos aqueles que, de alguma forma, contribuem para fazer da Servopa uma marca com tanta credibilidade”, afirma.  

Ademir também fez questão de relembrar amigos que o ajudaram na estrada da vida. “Eu tenho vários amigos, mas eu tenho três que foram fundamentais no início da minha carreira: Juca Vidraceiro, Geraldo da Farmácia e o Edgar Gaúcho”, destaca. 

Trajetória 

O mundo das vendas era algo distante para o agricultor do Oeste do Paraná. Ainda nos anos 70, Ademir chegou a morar em Colombo, mas as dificuldades da cidade grande – que ainda não era tão grande assim – o fizeram retornar ao interior. “A primeira casa que eu morei em Colombo foi um galinheiro, literalmente. Sem luz, banheiro fora, chuveiro de lata. Eu não tinha nada”, relembra. Mas o destino parecia estar traçado e mesmo diante das adversidades, a história do vendedor de consórcios aos poucos foi sendo construída. Depois de um novo período na roça, Ademir levantou um dinheiro e tentou nova vida na Capital. 

No final da década de 70, Ademir teve sua primeira experiência em vendas, em uma empresa de livros. “A venda de livros é a maior escola que tem nesta área. A cada dez casas que você tenta vender, nove já nem te atendem”, resume. Através do proprietário da empresa de livros, Ademir conseguiu um emprego como caseiro em uma chácara em Porto Amazonas. Ou seja, o vendedor novato optou pelo retorno a um trabalho que conhecia muito bem. Depois de um tempo, surgiu uma oportunidade de trabalho bem melhor em uma fazenda na cidade de Palmeira, na região dos Campos Gerais. “Eu ganhava um salário mínimo, passei a ganhar dez”, conta Ademir, ressaltando que foi um momento chave na mudança de sua vida.  

No início dos anos 80, Ademir decidiu apostar em outras profissões, sendo representante de vendas de uma famosa marca de balas de banana e até como fotógrafo lambe-lambe, mas as coisas não deram muito certo. “Minha vida sempre foi assim, com altos e baixos, mas eu sempre estive procurando pelo meu espaço”, diz. Então, apareceu a oportunidade que ele tanto esperava para abraçar. “Um belo dia, no jornal, tinha um anúncio da antiga Olsen veículos, precisando de vendedores de consórcio. Eu fui lá, fiz a entrevista e me chamaram. E comecei a trabalhar”, conta.  

No início, diversos obstáculos surgiram. “Às vezes eu ia sem almoço para trabalhar para deixar para os meus filhos. Muitas vezes eu fiz isso”, disse emocionado. Após aprender o ofício, e começar a se destacar, em meados da década de 80, a Servopa cruzou a história de Ademir. “Comecei a vender consórcio junto à Servopa há 37 anos e há 35 anos que estou exclusivamente com eles”, reforça. 

Na última década, Ademir também participou da vida pública, chegando a vice-prefeito de Colombo no período entre 2013 e 2016.  

Serviço 

O representante Ademir Goulart é um revendedor autorizado do Consórcio Nacional Servopa e trabalha com consórcios de automóveis, caminhões, máquinas, motos, tratores, além de imóveis novos e usados. É possível entrar em contato com ele através dos telefones 41 99972-6025 / 41 99207-7506 ou pelo e-mail a.goulartconsorcios@gmail.com. 

Sobre o Consórcio Servopa 

Fundado em 1966, o Consórcio Servopa se tornou em uma marca de grande tradição e credibilidade, mantendo uma média de 300 grupos ativos que, juntos, totalizam aproximadamente 55.000 consorciados. Com mais de 250.000 cartas de créditos contempladas, a Servopa está entre as 10 maiores administradoras de consórcio independentes do país segundo o ranking do Banco Central.