No próximo dia 6 de julho, a cooperativa de crédito Sicredi fará uma live sobre tendo como pano de fundo o lançamento do Plano Safra 2021/2022, responsável pela liberação de R$ 251 bilhões para os produtores da agropecuária nacional. O evento irá contar com a participação da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e terá transmissão pelo link youtube.com/sicredi. 

O valor previsto para o Plano Safra corresponde a aumento de R$ 14,9 bilhões (6,3%) em relação ao ciclo passado. Assim como em 2020/21, o fomento do governo está focado principalmente nos pequenos e médios produtores, mas também tem novidades como um orçamento exclusivo de R$ 50 milhões para Seguro Rural via PRONAF – para as culturas de milho primeira safra, soja, banana, maçã e uva. Outro destaque fica por conta da possibilidade de investimentos em Bioeconomia pelo PRONAF. O foco é o incentivo aos sistemas agroflorestais, à produção de bioinsumos e o turismo rural. O total de recursos liberados pela União para o PRONAF será de R$39,3 bilhões, um incremento de 19% em relação ao ciclo 2020/2021. Já o PRONAMP recebe R$34 bilhões de reais, com incremento de 3%.

Projeção

O Sicredi é a segunda maior instituição financeira na concessão de crédito rural destinado ao agronegócio no Brasil, sendo a primeira colocada entre as instituições privadas. Para a safra 20/21, que termina este mês, a projeção é finalizar com mais de R$ 26,5 bilhões liberados em crédito rural em mais de 200 mil operações, além de R$ 1 bilhão de recursos disponibilizados por meio da Cédula do Produtor Rural (CPR). A expectativa para próxima safra no Sicredi é de 20% a 30% maior em relação à safra atual (20/21). 

Regionalmente, a Sicredi Campos Gerais PR/SP, uma das 108 cooperativas do sistema Sicredi, projeta um crescimento expressivo para o novo ciclo: em 20/21 foram liberados R$ 669 milhões para os produtores e a expectativa é que o ciclo 21/22 ultrapasse a marca de R$ 1 bilhão em custeio e mais R$ 80 milhões em investimento.