A Secretaria de Estado da Saúde (SESA) foi comunicada pela Fiocruz do Rio de Janeiro, no final da tarde de terça-feira, 16, da confirmação de cinco pessoas contaminadas com a variante brasileira do coronavírus (P1). Os casos são importados de Manaus, sendo que quatro pessoas passaram por atendimento em Curitiba e uma em Campo Largo.

Assim que a Secretaria da Saúde recebeu a comunicação, via Laboratório Central do Estado (Lacen), a informação foi imediatamente repassada para as secretarias municipais de saúde e instituições de saúde que participaram do atendimento para o desencadeamento de medidas preventivas, como rastreamento de possíveis novos infectados e acompanhamento da situação. Ainda na noite de terça-feira, o histórico dos casos foi apurado em conjunto pela Secretaria da Saúde, Lacen e secretarias municipais.

A Secretaria Estadual da Saúde informa que não há transmissão local. Até o momento, o Lacen já enviou 28 amostras positivas para a Covid-19 à Fiocruz, que é o laboratório nacional responsável pelos exames de sequenciamento genético das amostras de possíveis casos de contaminação pela variante. Das 28 amostras encaminhadas positivas, 5 foram confirmadas com a nova cepa. Cerca de 70 estão em análise.

As pessoas com casos confirmados da variante brasileira foram atendidas, já passaram pelo período de isolamento e passam bem.

O Paraná é o 13º estado a apresentar casos confirmados de infecção pela variante brasileira P1. “O Estado está atento a esta investigação”, afirmou o secretário estadual da Saúde, Beto Preto. “O Lacen e a Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde vêm fazendo um trabalho grandioso, seguindo os padrões implantados pelo Ministério da Saúde e pelo COE Paraná, e já estabelecidos em notas técnicas”, completou. “Reafirmo, com a chegada da variante ao Paraná, é fundamental que as pessoas continuem com as medidas de cuidado, etiqueta respiratória, higienização das mãos. Mas principalmente, evitem aglomerações, pois esta nova cepa se mostrou ainda mais transmissível”, enfatiza.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.