O Paraná, no mês de fevereiro, teve saldo positivo de 41.616 postos de trabalho, o que significou o melhor desempenho para o mesmo período durante a série histórica do Estado, que começou a ser calculada em 1996. O resultado é 62,5% superior à antiga marca, de 2014, quando foram criadas 25.612 vagas. É também 68% maior do que o obtido no mesmo período do ano passado (24.774).

É o segundo mês consecutivo que o Paraná atinge a marca expressiva, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão vinculado ao Ministério da Economia. Os 24.342 postos de trabalho com carteira assinada gerados em janeiro de 2021 também representaram o melhor resultado para o primeiro mês do ano na série histórica.

O resultado fez do Paraná o estado da Região Sul que mais gerou emprego em fevereiro e terceiro com o melhor resultado do País, atrás apenas de São Paulo (128.505 vagas) e Minas Gerais (51.939). “O foco do Governo do Estado tem de ser gerar emprego e renda para a população. É isso que vai fazer com que as pessoas melhorem de vida e o Paraná se desenvolva. Estamos atentos, buscando dar todas as condições necessárias para que o Paraná receba cada vez mais investimentos”, afirmou o governador Ratinho Junior.

O desempenho é resultado de 146.014 admissões e 104.398 demissões. Os setores que mais se destacaram foram o de serviços com 17.819 postos, seguido pela indústria da transformação (9.090), comércio (8.302), construção (4.961), agricultura (1.123) e serviços industriais de utilidade pública (321).

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.