Mais 372.930 doses de vacinas contra o coronavírus foram distribuídas a partir da última quarta-feira, 5, para todo o Paraná, com apoio das aeronaves do Governo. Os imunizantes são referentes à 16ª remessa de vacinas encaminhadas ao Estado pelo Ministério da Saúde durante o final de semana, compostas por 358.740 doses da Covishield, produzida pela parceria Universidade de Oxford/Astrazeneca/Fiocruz, e 14.190 doses da Coronavac, da parceria Sinovac/Instituto Butantan.

Todas as vacinas da Covidshield são destinadas à primeira dose de grupos prioritários. A vacinação segue nas pessoas de 60 a 64 anos, abarcando 21% desta população, com 125.005 doses. Além disso, inicia-se, neste momento, a vacinação de três novos grupos prioritários: as gestantes e puérperas (17.470 doses, referente a 13% do total do grupo), as pessoas com deficiência permanente (52.495 doses, 13% do grupo), e pessoas com comorbidades (163.770 doses, 13% do grupo).

Já as doses da Coronavac são destinadas, em sua maioria, à segunda dose. São 8.910 doses destinadas a trabalhadores da saúde e 2.260 doses para forças de segurança/salvamento e Forças Armadas. Mais 3.020 doses são destinadas à primeira dose, também para os profissionais de segurança.

Além das doses que vão para as Regionais, Curitiba recebe 32.760 doses da vacina desenvolvida pela farmacêutica norte-americana Pfizer, referente ao primeiro lote de 1 milhão de doses do imunizante recebido pelo Brasil em acordo realizado pelo governo federal. As doses são destinadas à Capital por necessitarem de armazenamento a -70°C em freezers de alta performance, o que restringe sua logística de distribuição. As vacinas também são destinadas à primeira dose dos grupos de gestantes e puérperas, pessoas com deficiência permanente, pessoas com comorbidades e idosos de 60 a 64 anos de idade.

Das doses recebidas pelo Estado na 16ª remessa, 32.760 foram armazenadas no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) para iniciar a vacinação de profissionais da educação. As doses serão enviadas às Regionais dentro dos próximos dias. O número corresponde a 15,5% do total de trabalhadores previstos no Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19, estimado em 210.897 pessoas. Estão incluídos profissionais da rede pública estadual e municipal, da rede privada e da assistência social.

Neste primeiro momento, serão vacinados os profissionais entre 55 e 59 anos. Outros 8 mil trabalhadores já foram imunizados, por serem pessoas com mais de 60 anos, grupos já contemplados pela vacinação no Estado. A decisão de adiantar a vacinação deste grupo prioritário se dá juntamente ao anúncio do retorno gradual das aulas presenciais na rede estadual, que se inicia em 10 de maio com 10% das escolas – cerca de 200 colégios.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.