O ano letivo de 2021 da Rede Estadual de Ensino começou nesta quinta-feira, 18, com aulas de reforço pelo Aula Paraná. Até o fim de fevereiro as aulas serão remotas por meio da TV aberta, YouTube, aplicativo e Google Classroom, além das atividades impressas.

As aulas que estão sendo ministradas até o final deste mês fazem parte dos 200 dias letivos do calendário escolar e são de participação obrigatória dos estudantes, pois a frequência será contabilizada através das atividades realizadas.

Durante esses sete dias os conteúdos a serem abordados são os que apresentaram mais dificuldades aos estudantes em 2020, com base nos dados da média de 20 milhões de lições de casa semanais desenvolvidas ao longo do ano passado. Os resultados dessas atividades, divididos por séries, disciplinas e turmas, serão apresentados aos professores até o dia 28 de fevereiro, antes do início do modelo híbrido, em 1º de março.

Com o desempenho desse período inicial em mãos, os professores vão saber quais conteúdos deverão ser reforçados e os principais pontos de atenção a serem abordados em sala de aula. “Haverá um grande esforço pedagógico para a assimilação dos conteúdos. A ideia é que, no início do ano presencial, haja um nivelamento e até o final do primeiro trimestre, em maio, a primeira Prova Paraná do ano para mensurar tudo o que foi apresentado”, explicou o diretor-geral da Secretaria da Educação, Gláucio Dias.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.