A noite do último sábado, 30 de janeiro, entrou para a história do Imperial Futebol Clube, time de futebol fundado em 16 de março de 1981. O alvirrubro realizou a inauguração da nova sede da agremiação, localizada no Estádio do Jardim Adriana.

A empreitada, além da reforma do bar e dos banheiros, contou com a construção de uma sala de reuniões, uma ampla área de lazer – que também poderá ser usada como cabine de imprensa em jogos, e uma sala para a presidência, onde também está instalada a sala de troféus. A realização da obra contou com o apoio de diversos colaboradores da comunidade e de patrocinadores, seja com recursos financeiros, mão de obra ou materiais.

O atual presidente do Imperial, Dinei de Oliveira, não escondeu a emoção no ato da inauguração da placa que vai lembrar para sempre os membros da diretoria que estiveram à frente da construção da nova sede. “É muita gente envolvida, famílias envolvidas em um projeto muito bacana que a gente vê que transformou a cara do Imperial. É um prazer e um privilégio fazer parte dessa história”, disse o mandatário. “Jamais sonhei ser presidente de um clube amador, mas as coisas foram acontecendo. É muito legal e gratificante poder dar um pouco do que eu recebi, dar uma mão ao próximo para ajudar um clube que tem uma grande história. Fico feliz e grato que está sendo um trabalho bem realizado. Sabemos que mesmo sendo amador, o Imperial tem um grande potencial e podemos ir longe”, completou Dinei.

O evento restrito contou com a participação de membros da atual diretoria do Imperial e também de antigos dirigentes, inclusive do fundador do clube, Jonas Bento de Barros, de 61 anos. “A fundação do Imperial foi um sonho e a realização desse sonho está aqui hoje. Uma história em vida. Hoje é uma grande noite, é uma honra para nós da família Imperial e para a minha família”, contou o pioneiro, que atualmente reside no município de Piraquara.

Jonas também lembrou que no início da formação do Imperial, poucos acreditavam que a equipe teria um futuro. “Eu tenho um amigo chamado Reginaldo, pode até cobrar dele, que ele sempre falava assim: ‘nossos netos vão vir, nós não vamos nem usar o campo e eles não vão nem ver o estádio’. E hoje estou com meu bisneto aqui. Graças a Deus está aí, uma história que está avançando cada vez mais”, destacou.

A inauguração também contou com a presença do ex-vice-prefeito de Colombo, Sergio Pinheiro. “Eu fico feliz pelo convite do presidente Dinei. A gente sabe de todos os esforços realizados através do Dinei e de sua diretoria, além do envolvimento das pessoas que patrocinaram, das famílias, dos atletas, do corpo técnico do Imperial, que se mostra um clube que quer ir para a frente e mostrar um resultado para toda a sociedade”, disse Pinheiro, que é morador da região.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.