Quem não gosta de curtir aquele filme com uma pipoca? Seja com manteiga, doce, com bacon, com queijo ou gourmet é quase uma paixão nacional! A pipoca já faz parte da nossa cultura, faz parte do nosso lazer, do nosso momento em família.

Quando você diz: “vamos fazer uma pipoca?” Ou “vamos comer uma pipoca?” O que vem a sua mente? Geralmente, filme, cinema até o nome dos streamings já surgem em nossas cabeças.

Também nos traz a memória de instantes prazerosos com os pais, os avós, os irmãos, o namorado, os filhos, o marido, ou amigos. Seja de panela ou de micro-ondas ela está presente em muitos dos nossos momentos de entretenimento. 

Sabia que essa guloseima, vamos considerá-la assim, também tem uma data só para ela? No Brasil, em 11 de março é comemorado o Dia da Pipoca. 

A nossa queridinha, ainda possui muitos benefícios para o corpo, claro, tudo em excesso não é bom e consultar um profissional no assunto é sempre importante. Ainda alguns tipos de acréscimos podem deixar o alimento menos nutritivo. Por exemplo, a pipoca pode ajudar na prevenção de doenças cardíacas e de envelhecimento precoce. 

Neste momento de pandemia, aproveite, faça uma pipoca e veja um bom filme com quem você ama. Claro, respeitando as medidas de segurança para evitar a Covid-19. Mesmo ainda em estado de isolamento, ter esses pequenos momentos amenizam os impactos desse período delicado que estamos vivendo.

A comida é parte da nossa cultura, faz parte do nosso lazer e criam boas lembranças. Então, aproveite a sua pipoca!

Vanessa Guerra
Jornalista formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo, pós-graduada em Administração e Marketing, graduanda do curso de Sociologia, mestranda do Programa de Pós-graduação em Jornalismo da UEPG e diretora da Pontonze Comunicação.