Aberto o período de transferências de alunos entre escolas estaduais

A rede estadual de educação já está atendendo em 2018 pais ou responsáveis por alunos que desejam transferir seus filhos de uma escola estadual para outra dentro da mesma cidade. Caso o estabelecimento desejado tenha vagas disponíveis, a transferência será feita seguindo os critérios da Secretaria da Educação do Paraná. Se não houver vagas disponíveis, o estudante aguardará uma oportunidade no Cadastro de Espera de Vaga Escolar (Ceve).

Os critérios para distribuição de vagas aos alunos transferidos são definidas pela própria Secretaria, mas quem decide a ordem de prioridade é a própria direção da Instituição, junto ao seu Conselho Escolar. Entre os critérios analisados estão a proximidade da residência até a escola, os casos especiais de alunos com deficiências e/ou transtornos globais do desenvolvimento, alunos em tratamento hospitalar contínuo, faixa etária, proximidade do local de trabalho do alunou ou do seu responsável, possibilidade de ter um irmão matriculado no mesmo local e por fim os casos de alunos em situação de risco.

Para fazer a matrícula na nova escola, os pais ou responsáveis devem obter uma Declaração de Existência de Vaga na Instituição onde pretendem matricular o aluno, assinar uma Declaração de Desistência de Vaga aonde o aluno está matriculado atualmente e, também, apresentar documento de identidade (original e fotocópia), fatura de concessionária de energia elétrica atualizada (original e fotocópia) e histórico escolar ou declaração de escolaridade fornecida pela escola (original).

Ao se transferir, o estudante abre mão do direito ao transporte escolar gratuito. O benefício é destinado a estudantes matriculados em estabelecimentos de ensino localizados a mais de dois quilômetros de distância de suas residências, desde que não haja vagas disponíveis em instituição localizada nas proximidades da residência.

Foto – Hedeson Alves/SEED

error: Content is protected !!