Polícia prende suspeito de crime no bairro Rio Verde

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba esclareceu na manhã de quarta-feira (29/11), um crime contra a vida que vitimou Ezequiel Vieira, de 27 anos, morto a tiros. O suspeito, um homem, de 41 anos, mais conhecido como “Toti”, foi preso pela polícia em sua residência na rua Gustavo Kubitscheke, bairro Rio Verde, em Colombo.

O suspeito confessou o homicídio à polícia depois que foi flagrado pela DHPP com a posse de uma pistola calibre 380, municiada, com a numeração raspada. A arma de fogo foi encontrada na casa do homem durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão domiciliar, deferido pela 1ª Vara Criminal do Juri da Capital.

O homem já era alvo de investigação por parte da polícia que apurava o homicídio. O crime aconteceu na noite do dia 5 de abril de 2014, na rua Waldemar Bona, bairro Atuba, em Curitiba.

Conforme informações apuradas pela polícia, a vítima caminhava pela rua, momento em foi surpreendida pelo suspeito que conduzia um Palio preto. “O homem desceu do carro e efetuou vários disparos contra Ezequiel, fugindo do local. O suspeito também teria descartado a arma de fogo”, conta o delegado-titular da DHPP, Fabio Amaro.

Ao ser questionado sobre a pistola apreendida, o suspeito disse em depoimento que a arma não é a mesma utilizada para a prática do crime. A pistola será periciada.

De acordo com investigações, o homicídio foi motivado depois que o suspeito descobriu que a vítima, junto com seu irmão, teria furtado dias antes do crime, alguns materiais recicláveis do galpão do autor.

O homem foi autuado em flagrante por posse de arma de fogo de uso restrito. Agora com a confissão do suspeito, a Polícia Civil irá solicitar à Justiça um mandado de prisão preventiva contra o homem pelo crime de homicídio.

Foto – Divulgação

error: Content is protected !!