Operação identifica área de desmate irregular no Centro-Sul do Estado

Um desmate irregular de 1.358,98 hectares do Bioma Mata Atlântica – mais especificamente de Floresta Ombrófila Mista, conhecida como Mata das Araucárias – foi constatado após uma operação conjunta entre Ministério Público do Paraná (MP-PR), o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). A área equivale a quase 1,4 mil campos de futebol. As ações resultaram em 241 grandes propriedades rurais vistoriadas em 15 cidades na Região Centro-Sul do estado. Foram assinaladas 210 ocorrências relacionadas a algum tipo de irregularidade, sendo deste total 94 ligadas diretamente a desmatamento.

As fiscalizações iniciaram no dia 26 de março e seguiram até 1º de abril. As propriedades fiscalizadas ficam nos municípios de Bituruna, Clevelândia, Coronel Domingos Soares, Cruz Machado, General Carneiro, Mallet, Palmas, Paula Freitas, Paulo Frontin, Pinhão, Rebouças, Rio Azul, União da Vitória, Mangueirinha e Antônio Olinto.

Durante a operação foram encontrados 1.358,98 hectares de área desmatada, o equivalente ao Bairro Boqueirão, além de 4.474,78 quilos de carvão, madeira em tora, lenha e beneficiada, bem como sementes e plantas. “Estes hectares de mata desmatada equivalem ao bairro do Boqueirão. A importância dessa operação é a recuperação do dano ambiental. Temos que mostrar à sociedade que a reparação do crime ao meio ambiente é essencial”, acrescentou o tenente-coronel César Lestechen, Comandante do BPMA,

Ao todo, durante os dias de operação mais de 100 policiais militares participaram das atividades e percorreram mais de mil quilômetros a pé e 25 mil motorizados. O BPMA registrou 752 pessoas abordadas e seis encaminhadas à delegacia, além de 61 veículos vistoriados e um apreendido.

As equipes policiais abordaram/vistoriaram 336 locais, dentre eles estavam áreas de preservação permanente, carvoraria, madeireira, propriedade rural e unidade de conservação. Foram no total 261 ocorrências registradas, sendo 195 de crimes ambientais, das quais 198 estavam relacionadas a flora. Três situações de flagrante foram registradas, além da apreensão de uma carabina e duas munições.

OPERAÇÃO
A operação faz parte do projeto Mata Atlântica em Pé que é coordenado pelo MP-PR por meio do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de proteção ao Meio Ambiente e da Habitação e Urbanismo. As atividades contam com o BPMA e o IBAMA. Segundo o Ministério Público, o Paraná é o estado que teve o maior avanço de desmatamento em área de Mata Atlântica no país nos últimos 30 anos – foram 456.514 hectares de floresta derrubada.

Foto – Soldado Levi Junior

 

error: Content is protected !!