Estado Forma 118 novos policiais civis em solenidade na capital

A Polícia Civil do Paraná formou 118 policiais civis na manhã da última quarta-feira (31). Receberam o certificado de conclusão de curso 115 investigadores, um delegado, um escrivão e um papiloscopista. A solenidade aconteceu no auditório do Canal da Música, no bairro Mercês, em Curitiba. 

O curso desenvolvido pela Escola Superior da Polícia Civil (ESPC) teve duração de dois meses e meio, com 399 horas-aula distribuídas em conteúdos teóricos e práticos. As aulas são divididas em diversos módulos, como atendimento ao público, defesa pessoal policial, dinâmica de integração, educação física, inteligência de segurança pública e gestão de informação. 

Algumas atividades feitas por meio do ensino a distância (EaD) também estão na grade do curso de formação, como análise criminal, sistema de gestão de segurança, emergência pré-hospitalar e filosofia dos direitos humanos aplicados à atuação policial. 
O secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita, esteve na solenidade. “Com esse curso nós fechamos o ciclo dos últimos dois anos com mais de 600 policiais civis formados. O curso foi muito bem executado por uma escola de excelência, que é a ESPC”. 

Mesquita também destacou os avanços que a Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária alcançou nos últimos anos e enfatizou a importância do policial. “Nós temos redobrado a atenção na aquisição de novos investimentos, viaturas, coletes, armamentos, na delegacia cidadã, que acabou de ser inaugurada em Matinhos. No entanto, o maior patrimônio que qualquer instituição tem é o policial”, acrescentou. 

 Neste ano, a ESPC implementou uma nova dinâmica de operação policial aos alunos. Em parceria com o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), a Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) e a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), os alunos participaram de diversas operações táticas junto com essas unidades policiais, desde o planejamento até a execução. Foram 20 horas-aula destinadas a operações reais, um importante diferencial na formação. 

Também presente na formatura, a secretária estadual da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, falou sobre o trabalho desempenhado pelos policiais civis. “É uma capacitação que garante a tranquilidade no momento da ação, quando os policiais devem estar prontos para a resposta. O trabalho dos policiais civis é imprescindível, de muita responsabilidade e de respeito à sociedade, deve ser exercido com serenidade, determinação e segurança”, completou.  A próxima turma de formação policial já está preparada, com a previsão de 120 alunos, e inicia as atividades no próximo dia 12.

Foto – Rogério Machado/SECS

error: Content is protected !!