DHPP esclarece crime na Capital

 Em menos de três horas, um crime contra a vida que vitimou a professora Denise Simionatto, de 64 anos, morta a facadas pelo próprio filho, foi esclarecido pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba. O homem, de 24 anos, foi preso em flagrante na tarde de sexta-feira (10), na residência de seu pai, na cidade de Joinville, Santa Catarina (SC).

O suspeito não esboçou reação no momento da prisão. O crime aconteceu na noite de quinta-feira (09), por volta das 23 horas, no apartamento onde mãe e filho residiam, situado no bairro Pinheirinho.

De acordo com informações apuradas pela polícia, na noite do crime o suspeito teria discutido com sua mãe. Após a briga, o rapaz pegou uma faca de cozinha que havia comprado uma semana antes do crime, efetuando vários golpes no pescoço e tórax de Denise.

Depois da prática do crime, o suspeito fugiu com a faca até a Rodoferroviária de Curitiba e comprou uma passagem para Joinville.

O corpo de Denise foi localizado por colegas de trabalho que foram até a sua casa para saber o que havia acontecido, já que ela não foi trabalhar.

O mandado de prisão preventiva contra o suspeito já foi expedido pela Justiça. O homem responderá pelo crime de homicídio qualificado e permanece preso à disposição do Poder Judiciário.

Foto – Divulgação/Policia Civil

error: Content is protected !!