Município intensifica obras para contenção de enchentes

As ruas Prefeito João Batista Stocco, Pedro Dugonski, Francisco Kania e Adélio Corrêa estão recebendo obras importantes. Trata-se das medidas de contenção de enchentes no subleito do afluente do Rio Palmital, realizado pelo Programa de Contenção de Enchentes por meio das Secretárias de Obras e Viação e Meio Ambiente.

As obras visam conter a água da chuva e reduzir a velocidade com que ela alcança o Rio Palmital, impedindo enchentes. Esta iniciativa também não permite a passagem de lixos sólidos para o rio.

“Iniciamos o processo de limpeza e desassoreamento do rio, limpando as manilhas entupidas de terra e colocando caixas de desaceleração de 20 metros para que a água chegue mais lenta, impedindo que cause os represamentos e alagamentos nas vias”, explicou o secretário da pasta, Agnaldo Santos.

Durante as avaliações, as equipes de manutenção constataram que a vazão da água chega aproximadamente dez vezes mais rápida na linha de um quilômetro e meio de rio. E, para que água possa fluir normalmente, – cerca de mil metros cúbicos de material serão limpos. De acordo com o diretor de Obras de Combate às Enchentes, João Nowacki, nos últimos três anos, o afluente do Rio Palmital chegou a assorear cerca de um metro de altura.

“Com essa manutenção, no momento em que a água bate no sistema, ela faz um giro e diminui a velocidade nessa caixa, voltando para as manilhas com um tempo de espera e em menor volume. Além disso, com o material que limpamos, aproveitamos para reparar as bordas dos rios, na intenção de evitar que lixos sejam jogados ali”, disse.

Em prevenção, foi construída uma cinta de pedra na lateral do rio para evitar o fácil acesso de pessoas e que entulhos sejam jogados. “Pedimos também que os moradores nos ajudem a intensificar a fiscalização, cuidando para que não ocorra o despejo irregular do lixo”, destacou Nowacki.

Foto – Divulgação/PMC

error: Content is protected !!