Associação de moradores do Monte Castelo discute composição do Conselho de Saúde

Na manhã do último sábado (11), representantes da associação de moradores do Bairro Monte Castelo receberam parte da população para definir o futuro do Conselho de Saúde da região. Os membros da atual gestão debateram a importância do grupo na relação com os órgãos oficiais do município e do Estado e escolheram novos representantes para a futura gestão.

Criado com o objetivo de levar as reclamações dos moradores até os principais responsáveis pelos projetos e programas de saúde da região, o Conselho do Monte Castelo é um dos pioneiros em Colombo. Criado em 2009, ele é responsável por ouvir e solucionar as principais demandas do bairro.  Nesta reunião, a questão da saúde e do meio ambiente foram discutidas junto aos moradores.
Durante o encontro, a associação escolheu os novos membros para compor o Conselho de Saúde do Monte Castelo, que se candidataram de forma voluntária para os cargos.  Além dos moradores, estiveram presentes representantes de outros Conselhos de Saúde em Colombo, funcionários da Vigilância Sanitária e o vereador Marcos Dumonte. A atual presidente do Conselho Local de Saúde do Monte Castelo, Maria Luíza, falou sobre o funcionamento do grupo e o papel da população em sua composição. “Este Conselho funciona com 50% de participação dos moradores e outros 50% com a presença dos prestadores de serviço do Sistema Único de Saúde (SUS). Um Conselheiro de Saúde trabalha na multiplicação das informações, na resolução dos problemas e na fiscalização dos projetos, além de propor melhorias para a comunidade”, afirmou.

Para atrair novos participantes ao grupo, ainda detalhou o papel do conselho e da primeira conferência local de saúde, realizada em 2011. “Naquela oportunidade, nós falamos sobre questões como a presença dos cachorros nas ruas, saneamento e rede de esgotos, limpeza dos terrenos, medicados controlados, falta de médicos para consultas e a reforma da unidade de saúde”, explicou Maria Luíza.
Mesmo com a extinção de alguns desses problemas, os moradores seguem se reunindo de forma regular para debater o futuro da região. A nova composição do Conselho Local de Saúde foi escolhida durante a reunião e eles serão responsáveis por representar e levar as reivindicações da população.

Lei Federal
A Lei 8.080, de 19 de setembro de 1990, regula, em todo o território nacional, as ações e serviços de saúde, executados isolada ou conjuntamente, em caráter permanente ou eventual, por pessoas naturais ou jurídicas de direito Público ou privado.
Os conselhos locais ajudam a garantir o direito básico à saúde por parte da população, devendo o Estado promover as condições necessárias para o seu amplo exercício.

Foto – Marcos Garcia

error: Content is protected !!