www.jornaldecolombo.com.br

Switch to desktop Register Login

Preso segundo envolvido na morte do cobrador de ônibus Destaque

Avalie este item
(0 votos)
Fabiano foi preso por policiais da Rotam quarta-feira, a arma estava em uma kombi Fabiano foi preso por policiais da Rotam quarta-feira, a arma estava em uma kombi |Fotos – Josinel dos Santos
Policiais as ROTAM do 22º Batalhão prenderam no final da tarde de quarta-feira (29) Fabiano Ferreira de Oliveira, 27 anos, o segundo elemento envolvido na morte do cobrador de ônibus Osaias Caldeira da Silva, ocorrido no último domingo (26).
 O outro elemento Welington Macedo de Oliveira, o Japonês, 18 anos, foi preso na terça feira por investigadores da DP do Alto Maracanã.
Por volta das 16 horas de quarta-feira, policiais da Rotam receberam uma denúncia anônima sobre o possível paradeiro de Fabiano. A equipe policial foi até a Rua Luis Alberto Raussis, na Vila Maria do Rosário, onde encontraram Fabiano.
O detido disse que se Japonês não fosse preso ele o mataria, pois não era para ter atirado no cobrador, segundo Fabiano. Mas a versão que Fabiano deu para o crime é mais parecida com a relatada pelas testemunhas. De acordo com o segundo suspeito, ele tentou intervir quando o Japonês se levantou para atirar no cobrador, entretanto, já era tarde e a vítima acabou sendo morta.
A arma utilizada no crime foi encontrada por policiais civis da DP do Maracanã dentro de uma Kombi, em uma garagem.
 Fabiano ameaçou os policiais. “Nós usamos o celular do Japonês para pregar uma armadilha e ele desconfiou e mandou uma mensagem para os policiais dizendo que ele era o diabo, nós éramos uns vermes e ele também nos mataria”, disse delegado Silvan Rodney Pereira, da DP do Alto Maracanã.  
Japonês
O primeiro a ser preso foi Japonês, no inicio da tarde de terça-feira (28). Após um excelente trabalho do Serviço de Inteligência da DP do Alto Maracanã os investigadores encontraram Welington Macedo de Oliveira, o Japonês, na Rua Pedro do Rosário, na Vila Maria do Rosário, próximo de sua casa. Ele estava usando a mesma blusa de domingo, o dia em que cometeu o assassinato.
Segundo o delegado Silvan Pereira, o jovem disse que atirou porque o cobrador reagiu ao assalto. “Foi exatamente isto que ele nos falou. Confessou que foi quem disparou e disse que fez isto porque o cobrador reagiu ao assalto. Fizemos uma perseguição e este rapaz foi preso ainda no tempo do flagrante. Agora procuramos o comparsa dele, que está com a arma do crime”, afirmou.
Quando foi apresentado para a imprensa, Japonês disse que o cobrador reagiu. “Morreu mesmo. Quem fizer isto vai (reagir), vai continuar morrendo”.
“Depois da prisão do primeiro elemento continuamos a passar e cruzar informações. Feito isso, 100% do trabalho foi concluído e agora nos resta aguardar que o Ministério Público faça a denúncia contra ele de roubo seguido de morte”, explicou o delegado. Os dois estão presos à disposição da Justiça.
Japonês foi preso na terça-feira por policiais civis da DP do Maracanã|Foto – Marcelo Flessak
 
 
 
Entre para postar comentários