Número de inadimplentes cai em todo o Brasil

A crise econômica do país fez com que muitos brasileiros “entrassem no vermelho” e consequentemente seus nomes foram parar no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). No entanto essa situação vem mudando nos últimos meses e as pessoas estão conseguindo honrar suas dívidas e pagar em dia suas contas. Segundo dados do SPC e da Confederação Nacional de Dirigentes Logistas (CNDL), o Brasil fechou agosto com 59,1 milhões de brasileiros com alguma conta em atraso e com o CPF restrito, no entanto esse número é 0,06% menor que no mês anterior.

A inadimplência caiu em todas as regiões do país. Região Sul do Brasil ficou em segundo lugar, com queda de 3,70%, ficou atrás apenas da Sudeste, onde a porcentagem foi de 5,07%. De acordo com a pesquisa, o Sudeste é também a região que concentra o maior número de inadimplentes, 24,45 milhões (37% do total de moradores da região). O sul ficou em terceiro lugar, com 8,02 milhões de negativados (36% da população) e o Nordeste ficou com a segunda colocação.

Entre os dados apontados, pode-se perceber que a maioria dos consumidores com contas em atraso tem entre 30 e 39 anos, 16,8 milhões, e que as dívidas bancárias (cartão de crédito, financiamentos e empréstimos) respondem sozinhas por 49% do total das dívidas a pagar.

Segundo o economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, há perspectiva de que a economia e o consumo se recuperarem de forma lenta e gradual e com isso a inadimplência não volte a crescer.

Foto – Divulgação

error: Content is protected !!