Richa vistoria maior viaduto em construção no Paraná e explica obra

O governador Beto Richa vistoriou nesta terça-feira (23) as obras da Rodovia João Leopoldo Jacomel (PR-415), principal ligação entre Curitiba, Pinhais e Piraquara e maior obra rodoviária em andamento na Região Metropolitana da cidade. O gestor esteve no viaduto que está sendo construído em Pinhais e que vai isolar a linha férrea, que hoje atravessa a rodovia, eliminando riscos de colisão entre veículos, pedestres e trens. A previsão de conclusão do projeto é para março.

O Governo do Estado está investindo R$ 213,7 milhões na modernização e duplicação de 14 quilômetros da PR-415. “Esta obra de duplicação é uma das principais demandas do Estado e está sendo aguardada há décadas. Depois de concluída garantirá a ampliação da capacidade de tráfego, conforto e mobilidade aos motoristas e pedestres”, disse o governador.

Ele afirmou que o viaduto (que fica próximo ao Expotrade Pinhais) é o maior em construção no Paraná com recursos do Governo do Estado. O elevado terá cinco faixas de rodagem – duas no sentido Curitiba e três no sentido Piraquara – 200 metros de extensão e 26,5 metros de largura. O projeto prevê ainda a implantação de uma rotatória debaixo do viaduto.

O secretário estadual de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, disse que a obra será entregue no primeiro semestre deste ano e que cerca de 80% dela já está concluída e com tráfego liberado em pista dupla e tripla. “Será um dos principais acessos a Curitiba. A região já concentra uma das principais movimentações de veículos do Estado, e com o planejamento adequado vai conseguir suprir esta demanda com segurança”, acrescentou.

FRENTES DE TRABALHO
Além da conclusão do viaduto, que concentra um grande número de trabalhadores, há várias frentes de trabalho simultâneas, como calçadas, ciclovias, terraplanagem, pavimentação e drenagem. No trecho de Pinhais, a obra está bem avançada. Em Piraquara, há vários serviços em execução no trecho após o Contorno Leste.

Os seis muros de contenção estão sendo finalizados, e na ponte sobre o Rio Atuba já foi feito o reforço das vigas. Agora falta concluir o serviço na parte superior. Uma trincheira e duas passarelas já foram concluídas. Também estão previstos no projeto dois bolsões de retorno.

FOTO – JAELSON LUCAS/ANPr

error: Content is protected !!