Richa confirma R$ 10 Milhões para a saúde de 27 Municípios da RMC

O governador Beto Richa confirmou na última segunda-feira (8), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, o repasse de R$ 10 milhões para o Consórcio Metropolitano de Saúde do Paraná (Comesp), que reúne 27 municípios da Região Metropolitana de Curitiba. O recurso será utilizado para equipamentos e custeio do novo Centro de Especialidades do Paraná, que está sendo instalado em São José dos Pinhais, e deve iniciar os atendimentos no primeiro semestre de 2018. 

Na mesma solenidade, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou R$ 3,4 milhões do governo federal para ampliar a oferta de consultas, exames e cirurgias nos municípios que compõem o consórcio.

O Governo ainda irá destinar R$ 422 mil para a compra de equipamentos e mobiliários do Centro de Especialidades de São José dos Pinhais.  Serão repassados também outros R$ 9,6 milhões – R$ 400 mil por mês para contribuir com a manutenção do espaço.  “O Governo do Estado e o governo federal estão alinhados para atender às necessidades da população. Repasses aos municípios acontecem frequentemente”, disse Richa.

Ainda segundo Richa, o Estado investiu nos últimos sete anos R$ 19 bilhões na área da saúde.

O secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, falou sobre a chamada atenção secundária da saúde, que compreende os atendimentos especializados. “É o nó crítico da área”, disse ele. “Temos um atendimento hospitalar bem resolvido no Paraná e a atenção básica está se fortalecendo. Precisamos dos consórcios para ampliar a atenção secundária, eles são a grande saída do Estado para atender as especialidades”, ressaltou. “A liberação destes recursos demonstram a intenção do Estado e do Ministério da Saúde em apoiar a maior regional de saúde do Paraná”, afirmou.

PRIORIDADES
A Presidente do COMESP e Prefeita de Colombo, Beti Pavin,  explicou que a prioridade para a aplicação dos recursos será definida pelos Prefeitos e Gestores dos 27 Municípios. “Com o auxílio do Governo do Estado e do Ministério da Saúde, temos avançado muito. Com estes recursos, vamos minimizar as filas de alguns procedimentos e consultas especializadas”, afirmou Beti.

Integram o consórcio os municípios de Adrianópolis, Almirante Tamandaré, Araucária, Bocaiúva, Campina Grande do Sul, Campo do Tenente, Campo Magro, Campo Largo, Cerro Azul, Colombo, Contenda, Fazenda Rio Grande, Itaperuçu, Lapa, Mandirituba, Pinhais, Piraquara, Quatro Barras, Quitandinha, Rio Branco do Sul, Rio Negro, São José dos Pinhais, Tijucas do Sul, Tunas, Agudos do Sul, Piên e Doutor Ulysses.

CENTRO DE ESPECIALIDADES
O Centro de Especialidades vai funcionar em um prédio cedido pela prefeitura de São José dos Pinhais e será referência no atendimento à população dos 27 municípios integrantes do consórcio. A unidade será a primeira da região a adotar os modelos de atendimento preconizados pela Secretaria de Estado da Saúde. A intenção é que o paciente tenha acesso a consultas, exames e tratamento especializado em um único local, com atendimento multidisciplinar.

Também será implantado na unidade o Modelo de Atenção às Condições Crônicas (MACC), projeto pioneiro no Brasil que prevê o atendimento de hipertensos, diabéticos e idosos por uma equipe multiprofissional, estabelecendo uma integração entre a atenção primária e o ambulatório de atenção especializada. Além disso, o local receberá o Centro Mãe Paranaense, para atendimento de gestantes e crianças de risco intermediário e alto risco.

FOTO – ORLANDO KISSNER/ANPr

error: Content is protected !!