Paraná registra recorde de doação de órgãos em 2017

O Paraná registrou no último mês de abril o maior número de doações efetivas de órgãos da história do Estado. Segundo estatísticas da Central Estadual de Transplantes (CET) foram 47 doações no último mês. O maior número registrado até então, havia sido 45 doações, em agosto de 2016. Nos quatro primeiros meses deste ano, ocorreram 149 doações de órgãos no Paraná.

“O número de doações de órgãos no Estado vêm aumentando ano após ano. Hoje o Paraná é o segundo estado com maior número de doações efetivas no país”, afirma o secretário de Estado da saúde, Michele Caputo Neto. “Estamos constantemente buscando maneiras de estimular o ato para diminuir ao máximo o tempo de espera por um transplante”, disse ele.

As doações não se restringem apenas a órgãos. Tecidos como a córnea, ossos e pele também podem ser doados. Pacientes que faleceram devido à morte encefálica podem doar praticamente todos os seus órgãos. Já aqueles que sofreram parada cardiorrespiratória somente podem doar tecidos. 

Todas as doações são feitas por intermédio da CET, que é a responsável tanto por conversar com as famílias de possíveis doadores como por gerenciar e coordenar a fila de quem espera por um transplante. 
“O que vemos hoje é resultado de um trabalho exaustivo do Sistema Estadual de Transplantes do Paraná e dos profissionais que trabalham dia e noite para salvar vidas”, declarou a diretora da Central Estadual de Transplantes, Arlene Badoch. 

Campanha
Desde 2014 o Governo do Estado mantém a campanha Doação de Órgãos, Fale Sobre Isso, com o objetivo de estimular que a população fale aborde o assunto e declare a seus familiares sua intenção. Dados da Secretaria de Estado da Saúde mostram que a negativa familiar é o principal motivo da não doação.

A campanha conta ainda com o apoio de empresas que divulgam a esta mensagem, como Frimesa, Rede Condor, Rotary Club, Federação das Indústrias do Paraná, Sesi-PR. Empresas e pessoas físicas que queiram mais informações devem entrar em contato com a CET através do e-mail sesatran@sesa.pr.br.

Foto – Venilton Kuchler

error: Content is protected !!