Paraná e Emirados Àrabes querem reforçar parcerias comerciais

O Paraná e os Emirados Árabes iniciaram diálogo politico para estreitar as parcerias de negócios, relações comerciais e intercâmbio cultural. O governador Beto Richa recebeu, na última quarta-feira (18) no Palácio Iguaçu, a embaixadora dos Emirados Árabes Unidos no Brasil, Hafsa Al Ulama, e comitiva formada por empresários. Ele destacou os potenciais do Estado para atração de novos investimentos.

“O Paraná passa por um grande ciclo industrial estimulado pelo programa Paraná Competitivo e pelos investimentos em infraestrutura. O Estado está aberto para estreitar as relações diplomáticas e a boa relação internacional com os Emirados Árabes”, afirmou.

A embaixadora destacou que os Emirados Árabes consideram o Estado como um dos principais parceiros pelo grande potencial de exportação de mercadorias. Hoje o Paraná é a unidade da federação que mais exporta aos Emirados Árabes Unidos. “Há muito potencial para expandir as exportações dos produtos paranaenses. Os Emirados Árabes Unidos podem ser um centro de reexportações de produtos”, disse.

A ideia é que o Paraná encaminhe os produtos até os Emirados para que de lá sejam exportados para outras partes do mundo. “Esta não será a primeira conversa e a primeira visita que faremos ao Estado”, afirmou a embaixadora.

O governador também apresentou o projeto do novo traçado ferroviário que ligará o Paraná a Mato Grosso do Sul, que tem custo estimado em R$ 10 bilhões; os investimentos no Porto de Paranaguá para ampliar a capacidade de exportação e o reconhecimento internacional da Copel como melhor companhia de energia elétrica da América Latina.

“O Paraná é o segundo produtor de grãos e o primeiro em produtividade. Há abundância de água e estamos em posição geograficamente favorável”, disse Richa.

FOTO – JAELSON LUCAS/ANPr

error: Content is protected !!