Paraná aumenta para 452 o número de ouvidorias da saúde em seis anos

Em seis anos, o Governo do Estado conseguiu ampliar o número de Ouvidorias da Saúde. Atualmente, o Paraná conta com 452 serviços de ouvidoria implantados em regionais de saúde (22), unidades próprias (17), consórcios intermunicipais de saúde (18), serviços contratualizados (58) e municípios (337). No início de 2011, eram apenas 31 ouvidorias em todo o Estado.

As ouvidorias estão prontas para acolher todas as demandas dos cidadãos para a área da saúde pública. Por meio do telefone 0800 644 44 14 é possível registrar denúncias, solicitações, reclamações, sugestões e também elogios. A ligação será direcionada à ouvidoria mais próxima – municipal ou, caso a cidade não possua, segue para a regional de saúde.

“Desde o início da nossa gestão, focamos no processo de implantação de ouvidorias. Sensibilizamos gestores e orientamos sobre a importância de manter um canal de comunicação com a população”, destaca o secretário de Estado da Saúde em exercício, Sezifredo Paz.

Segundo ele, por meio desse contato é possível saber onde estão os problemas e trabalhar da maneira mais adequada para qualificar os serviços prestados no SUS.

Dos 399 municípios do Paraná, apenas 53 não possuem o serviço. “Além de continuar a implantação das ouvidorias, também capacitamos os profissionais e buscamos a qualificação das ouvidorias já implantadas para garantir a continuidade desse trabalho tão importante para o gestor de saúde e para o usuário do SUS”, diz a ouvidora-geral da Saúde, Oliva Vasconcellos.

De acordo com o ouvidor-geral da União, Gilberto Waller Júnior, o Paraná é pioneiro na criação de ouvidorias. “O Paraná é um dos estados mais avançados na questão de criação e normatização de ouvidorias”, disse. Segundo ele, como instância federal, incentiva a criação desse serviço em todos os municípios, para que estejam cada vez mais próximos do cidadão. “Criar ouvidorias é permitir que mais de 200 milhões de brasileiros possam fiscalizar e cobrar uma melhor qualidade no serviço público”, acrescenta.

ENCONTRO
Para garantir a manutenção e o aprimoramento do serviço, a Secretaria de Estado da Saúde, por meio da Ouvidoria Geral da Saúde, promoveu nesta quarta-feira (26) o Encontro Macrorregional Leste de Ouvidores do SUS.

O evento reuniu em Curitiba mais de 100 ouvidores de serviços do SUS, municípios e regionais de Paranaguá, Curitiba, Ponta Grossa, Irati, Guarapuava, União da Vitória e Telêmaco Borba.

No primeiro quadrimestre de 2017, os serviços dessas regiões totalizaram mais 2.150 atendimentos. Na ouvidoria do Estado, esse número chegou a 894 no mesmo período. No município de Guarapuava, a implantação da ouvidoria ocorreu em 2013. Desde então, a cidade registra uma média de 50 atendimentos por mês.

“Tínhamos um serviço de ouvidoria sem estrutura física, sem servidores capacitados e sem orientações adequadas. Agora temos uma sala própria, um sistema informatizado e cidadãos ativos. Foram vários avanços que trouxeram resultados positivos para a saúde do município de Guarapuava”, diz a ouvidora Angelita Adriana de Paula.

FOTO – Venilton Kuchler

error: Content is protected !!