Escolas da Rede Pública recebem 1ª remessa de merenda

Mais de duas mil escolas da Rede Pública Estadual começaram a receber, desde a última terça-feira (7), a primeira remessa de merenda escolar, viabilizada pelo Governo do Estado. Ao todo, 18 itens de alimentos não perecíveis integram a lista enviada as instituições, que também estão recebendo carne de frango. Juntos, todos os itens totalizam cerca 1,5 toneladas disponíveis para consumo. Em seguida, fazendo parte da segunda remessa, as escolas receberão também os alimentos oriundos da agricultura familiar.

A expectativa do governo paranaense é destinar, em 2017, cerca de R$ 100 Milhões para a compra de alimentos da merenda. O investimento é parte do Programa Estadual de Alimentação Escolar, que prevê refeições com cardápio diversificado, fazendo com que os estudantes tenham todos os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento. Durante o ano letivo, as unidades escolares devem receber entre quatro e cinco remessas de alimentos não perecíveis e seis remessas de carnes (frango, pernil de porco, filé de peixe e carne bovina). Também serão feitas 10 entregas de ovos.

 

Variedade
A lista de alimentos entregues às escolas conta com mais de 150 itens, divididos em três grupos: produtos não perecíveis, entregues entre quatro e cinco vezes por ano; alimentos congelados (carnes e peixes), entregues a cada 15 dias; e os alimentos da agricultura familiar, que são encaminhados semanalmente às escolas, por serem perecíveis.
Os alimentos oriundos da agricultura familiar compreendem 12 grupos que incluem frutas, hortaliças e pinhão, legumes, tubérculos, temperos, leite, lácteos (queijos, iogurte entre outros), panificados, carnes, sucos, complementos (geleia e doces), feijões e cereal.
Segundo o diretor auxiliar do Colégio Estadual Leôncio Correia, em Curitiba, Marcello Monteiro, são claros os avanços de qualidade da merenda escolar servida na rede estadual nos últimos anos. “A merenda melhorou muito nos últimos anos, tanto é que hoje servimos até 1,5 mil refeições diárias e os alunos adoram porque a merenda é variada e nutritiva”, afirmou.

Foto – Hedeson Alves/ Seed

error: Content is protected !!