Em um ano, litoral recebeu mais de 20 mil novas ligações de esgoto

O governador Beto Richa inaugurou nesta sexta-feira (19) a terceira etapa das obras de expansão do saneamento em Matinhos e Pontal do Paraná, municípios que abrigam a maior parte das praias do Litoral do Estado. Agora, chega a 20.820 o número de novas ligações feitas de 2017 para cá. Nesta fase, 7.320 imóveis foram integrados à rede.

As obras da Sanepar recebem investimento R$ 252 milhões e devem ser concluídas neste ano, alcançando 25.000 novas ligações no total. No evento, Richa também confirmou a ampliação das Estações de Tratamento de Esgoto Solimões (Matinhos) e Ipanema (Pontal do Paraná), com um aporte de R$ 45,6 milhões.

A elevação nos índices de saneamentos, garantidos pelo investimento, foi o ponto destacado pelo governador. Pontal do Paraná salta de 26% para mais de 80%. Em Matinhos, o índice aumentou de 50,21% (em 2010) para 69,10% em 2017. Em Guaratuba, que também recebeu investimentos da Sanepar, o índice aumentou de 55,33% para 82,04%

INVESTIMENTOS
No Litoral, ressaltou o governador, os investimentos da Sanepar em água e sistemas de esgoto já chegam a R$ 480 milhões em sete anos. Ele afirmou que, além do saneamento, os aportes do Governo do Estado na região são frequentes.

“Em todas as áreas da administração há investimentos intensos. Quem vem ao Litoral vê a mudança da realidade dos municípios”, afirmou o governador. Ele destacou as ações em infraestrutura urbana e viária, revitalização da orla dos municípios, saúde, segurança pública.

Para a temporada Verão Paraná o Estado reforçou a presença de policiais e de viaturas, repassou recursos para as prefeituras ampliarem os serviços de atendimento à saúde e para a coleta do lixo.

O presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, explicou que já chega a R$ 480 milhões o montante aplicado no Litoral do Paraná entre janeiro de 2011 e dezembro de 2017, somados todos os investimentos em água e coleta e tratamento de esgoto, nos municípios atendidos pela companhia.

“O Governo do Estado entende que o nosso Litoral precisa ter uma condição de economia e de vida permanente e faz investimentos. No caso do saneamento é importante para que as famílias procurem se fixar na região”, disse ele. “Nos últimos anos, não tivemos falta de água na temporada”, lembrou.

FOTO – RICARDO ALMEIDA/ANPr

error: Content is protected !!