13 Municípios recebem recursos do Projeto Meu Campinho

Mais 13 municípios paranaenses serão atendidos com o programa Meu Campinho. Os prefeitos destas cidades assinaram na última terça-feira (29), em Curitiba, convênio com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano para inclusão no programa. Cada gestor recebeu autorização para aplicar R$ 380 mil para implantação dos espaços esportivos – os recursos autorizados hoje somam R$ 4,94 milhões a fundo perdido, ou seja, os municípios não precisam devolver a verba aos cofres do Estado.

As cidades contempladas com os novos convênios são Apucarana, Bom Sucesso, Cambira, Catanduvas, Cruzeiro D´Oeste, Curiúva, Inácio Martins, Ivaiporã, Jandaia do Sul, Marumbi, Ortigueira, Rio Negro e Santa Cruz do Monte Castelo.

O Meu Campinho são espaços com grama sintética, iluminação e segurança para crianças e adolescentes praticarem esportes nos horários em que não estão na escola. “Além de protegê-los dos riscos das drogas e da violência das ruas, os espaços oferecem uma oportunidade de mudança de vida e a descoberta de novos talentos do futebol”, destacou o secretário do Desenvolvimento Urbano, Carlos Roberto Ratinho Junior, que trouxe a ideia de outro similar desenvolvido na Alemanha.

Além do campo de futebol, o Meu Campinho prevê uma Academia ao Ar Livre para pessoas da terceira idade, um parque infantil e, se houver interesse, uma pérgola com mesa de jogos para adultos, além da demarcação de quadra de vôlei para a família. De acordo com o secretário, o objetivo é chegar a 60 municípios ainda neste ano, mas a meta é buscar a implantação em todo o Paraná.

CONTRATURNO
O programa oferece gratuitamente acesso à prática esportiva em quadras de campo sintético, em atividades no contraturno escolar. “O município pode usar essa cancha no momento em que a criança está fora da sala de aula para treinar, criar a cultura da prática esportiva e exercitar uma vida saudável”, destacou Ratinho Junior.

O secretário afirma que a demanda dos prefeitos é grande, o que demonstra que o projeto tem dado bons resultados e que, em breve, mais cidades serão atendidas.
Após a assinatura dos convênios com os prefeitos, o arquiteto e urbanista Giancarlo Rocco apresentou os possíveis projetos a serem escolhidos e, ainda, sugestões mais avançadas, como a academia ao ar livre em que há quatro equipamentos para deficientes físicos, além de balanços para cadeirantes, entre outros.

A iniciativa tem apoio dos deputados estaduais Dr. Batista, Márcio Nunes, Elio Rusch, Guto Silva, Cobra Repórter e Adelino Ribeiro.

FOTO – Divulgação/SEDU

 

error: Content is protected !!