Ford e Google criam aplicativo de realidade virtual

A Ford Europa criou um aplicativo de realidade virtual em parceria com o Google e o estúdio especializado Happy Finish para mostrar os perigos da distração no volante. Destinado principalmente aos jovens, o aplicativo chamado Ford Reality Check é o primeiro a usar a plataforma de realidade virtual Google Daydream para colocar a pessoa no papel de um motorista que pega os amigos a caminho de uma festa.

Nesse trajeto, ele é atraído por várias distrações que disputam a sua atenção, como mensagens instantâneas, ligações no celular e conversa com os passageiros, criando uma série de situações perigosas que terminam em um acidente fatal.

A plataforma Google Daydream VR foi projetada para oferecer uma experiência de realidade virtual simples e imersiva. Para a interação com o mundo virtual, ela usa um smartphone compatível, um headset leve e um controlador de mão. O novo aplicativo será usado inicialmente em programas educativos da Ford na Europa e a expectativa é que futuramente esteja disponível no Google Play Store.

Direção segura
O grande número de jovens mortos em acidentes de trânsito – que só na Europa chega a 3.600 por ano, sendo dois terços motoristas – motivou a criação do aplicativo para incentivar hábitos de direção mais seguros.

O Ford Reality Check reproduz as distrações mais comuns para motoristas desse grupo, como celular e conversa com amigos. Ele monitora durante quanto tempo o motorista ficou sem olhar para a pista e exibe o total no final. O smartphone na mão do motorista também funciona como um elemento interativo: um controlador portátil espelha os seus movimentos no ambiente virtual, aumentando a sensação de realismo.

O Ford Reality Check é o primeiro aplicativo do Google Daydream VR voltado à educação de jovens motoristas. “A colaboração criativa da Ford com suas agências parceiras e o Google Zoo (centro criativo do Google para marcas e agências) deu origem a um projeto educacional relevante, capaz de salvar a vida de muitos jovens”, diz Steve Paler, do Google.

Nos testes iniciais, 90% dos que experimentaram o aplicativo disseram que vão mudar seu comportamento na direção.

Foto – Divulgação/Ford 

error: Content is protected !!